Um planejamento estratégico com agilidade e propósito

Tenho certeza que muitos empreendedores pensam que o planejamento estratégico é algo difícil, complexo e cabe apenas em grandes empresas. Errado! Planejar de forma estratégica nunca foi tão importante. Considere que estamos em um mundo que muda diariamente, cada vez mais rápido e cheio de tecnologias que estão transformando o comportamento dos consumidores e das empresas. Você pode pensar que as mudanças rápidas jogam contra o planejamento estratégico, mas eu penso o contrário! Mas antes de falar propriamente do planejamento, tem um ponto que considero essencial. É o propósito!

Um propósito claro une as pessoas, traz os clientes certos, impulsiona a cultura da empresa e facilita muito as decisões. O propósito da sua empresa precisa responder a uma pergunta de forma clara: o que o mundo perderia se a minha empresa deixasse de existir hoje? E por que estou questionando isso? Baseado na experiência que tive nos últimos dois anos. Entre 2017 e 2019 fui presidente da Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí, uma entidade quase centenária que reúne uma comunidade de mais de 3 mil empreendedores no município.

Quando assumi a presidência, a entidade acumulava dívidas de mais de R$ 1 milhão além da falta de credibilidade por problemas que culminaram em uma intervenção judicial. Para disputar as eleições na ACE, o propósito foi o ponto de partida para que conseguíssemos mobilizar um grupo de 15 empreendedores dispostos a doar tempo, conhecimento e reputação para a entidade. A clareza de propósito fez que com houvesse um alinhamento muito forte de princípios e valores que permearam a nossa gestão. Ainda durante o processo eleitoral, começamos a planejar nossos objetivos e quais abordagens teríamos para cada tema relevante. É muito importante que esse trabalho envolva ao máximos as pessoas da sua empresa, para que durante a implementação do plano todos estejam “comprados” no objetivo e tenham autonomia para corrigir a rota caso necessário. Esse planejamento não precisa ser burocrático, cheio de slides, documentos etc. Hoje em dia temos diversas tecnologias que tornam o processo visual e de fácil compreensão, como o Canvas e o Design Thinking.

Feito o alinhamento de propósito e o planejamento vem a realidade. O desenrolar de um planejamento nunca é perfeito. Sempre enfrentamos dificuldades não mapeadas, mudanças que fogem do nosso controle e falhas na execução. Essa é a vida real! Considere isso e seja ágil. Faça as implementações com eficiência e quando precisar adaptar seu planejamento faça isso rápido, sem apego a processos e conceitos que já não servem mais. Com a transformação digital, a máxima de Charles Darwin está cada vez mais verdadeira: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças.”

Na ACE, a agilidade da nossa equipe de colaboradores, diretores e conselheiros foi algo impressionante. Em pouco mais de dois anos conseguimos transformar a entidade por completo: liquidamos os passivos, reformamos as instalações, alteramos o estatuto, criamos a Escola de Negócios, o grupo de negócios Unace, temos mais de 60 câmeras de monitoramento integradas ao Sistema Detecta, entre muitas outras realizações.

Por fim, deixo aqui minha dica de ouro! Mesmo o planejamento envolvendo vários aspectos como investimentos, processos, mercado etc., coloque como centro de tudo as pessoas. Elas são os grandes ativos deste processo e serão as grandes responsáveis pelo sucesso ou fracasso na implementação do planejamento.

No caso da ACE, graças às pessoas, superamos muito o que tínhamos planejado!

Por: Elton Monteiro

  • Formado em tecnologia e gestão de negócios pela FATEC
  • 14 anos de experiência em projetos de inovação digital
  • Participou de projetos em grandes empresas
  • Presidente da Associação Comercial de Jundiaí – 2017-2019
  • Vice presidente da FACESP – 2019-2021
Imprimir